Ser Preto!

Preto! Muitas pessoas devem pensar ou imaginar o que é o preconceito, a sensação, e o que é ter e sentir desconforto por causa de um tom de pele.

Eu quero deixar claro que eu estou aqui não somente por causa de uma série de acontecimentos que nós presenciamos recentemente. Quero na verdade trazer pra vocês um pouco do sentimento que esse rapaz da foto tem e já viveu, no caso eu!

Ser preto é uma sensação muitas vezes de ser diferente, mas não é diferente porque você é, e sim porque as pessoas te olham de forma diferente, te tratam como minoria!

É arcaico as pessoas definirem o que você é pela tonalidade de pele que possui, como se alguém pudesse escolher ser branco, preto ou amarelo.

É tão pequeno esse assunto e tão grande ao mesmo tempo que sinto uma certa repulsa de falar sobre esse tópico, mas vejo que realmente é importante e extremamente necessário.

Poderia exemplificar inúmeras situações onde eu mesmo fui alocado com se não pudesse estar, como se não fosse permitido, como se estivesse em décadas atrás, mas esses exemplos são mais que vividos e expostos todos os dias em diversos meios de comunicação. Quero deixar apenas um alerta. Cuide de sua raça: a humana.

Ser humano é ser igual, independente se você é magro, baixo, alto, gordo, branco, preto, ruivo, não importa o lugar de onde você é, o que vale a pena é o que está dentro da sua mente, do seu coração, e da sua essência.

Propague leveza, igualdade, amor e acredite sua vida será muito mais leve e reconfortante.

Qualquer efeito de discriminação deve ser denunciado.

Célio Mota

Psicólogo | Coach | Thetahealer